23 setembro 2013

Não sou feita de duas metades.
Não entendo meias verdades.
Quem sabe sou fragmentos?
Porque só me entrego por inteiro, querendo ser livre,
não vivo em cativeiro, nem permito invasão em todos os momentos
Não aceito migalhas, não me conformo com pouco.
Vivo um amor quieto ou insano e louco.
Quem acha que me conhece não me entende.
Assim sou. 
Inteira, frágil e atrevida.
E por mais confusa que seja esta minha vida, me conheço, me desconheço.
Amo ser o que surpreende!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, deixe aqui sua opinião sincera! Respondo todos os comentários e retribuo todas as visitas!!! Beijos e fique com Deus!

Copyright Text